sábado, dezembro 31, 2011

terça-feira, dezembro 20, 2011

Boas Festas

A todos os visitantes de "jelicopedres", votos de Festas Felizes. Prometo voltar o mais breve possível...


segunda-feira, novembro 28, 2011

Visita ao Museu


 
Talhada em pedra, no bronze, ou nos mais diversos materiais a escultura não fica fechada nos Museus. Ela tem movimento,  e,  sai para a rua através da imagem registada.

Ilha dos Museus - Berlim

domingo, novembro 06, 2011

Sol, quando nasces?

Eu compunha o poema
e chorava
e sofria
e a minha mão falhava.
Se o rasguei
a culpa foi do dia
cheio de Sol!

( Quanto mais o sol branqueia
mais e mais fundo sentimos
a noite que nos rodeia...)

Do meu poema rasgado
fica o desejo sem fim
d`outro poema gritar.

Manuel da Fonseca / in A Mocidade

terça-feira, outubro 25, 2011

Ode ao outono



Humilde é o outono como os lenhadores
Difícil é arrancar todas as folhas
de todas as árvores
de todos os países
A primavera
coseu-as voando
e agora
há que deixá-las cair
como se fossem pássaros amarelos
Não é fácil
É preciso tempo,
percorrer todos os caminhos
falar línguas,
sueco,
português,
Falar em língua vermelha,
em língua verde.
Há que emudecer
em todos os idiomas
e em todas as partes,
sempre,
deixar cair
cair
deixar cair as folhas
Difícil é ser outono
Pablo Neruda / Odes Elementares
 

quarta-feira, outubro 19, 2011

De Sines





Antiga Estação dos Caminhos de Ferro Portugueses, em Sines. Transformada agora, numa Escola de Música que, "se faz ouvir".

(clique nas imagens p/ ampliar)

sábado, outubro 08, 2011

O Búzio de Cós

Bom dia com Sol!

Este búzio não o encontrei eu própria numa praia.
Comprei-o em Cós numa venda junto ao cais.
Rente aos mastros baloiçantes dos navios.
E comigo trouxe o ressoar dos temporais.

Porém nele não oiço
Nem o marulho de Cós nem o de Egina
Mas sim o canto da longa vasta  praia atlântica e sagrada.
Onde para sempre a minha alma foi criada.

Sophia M. Breyner / Junho 1995 - fotografia/ teresinha

domingo, setembro 25, 2011

Homem Sábio


Em Vila Nova de Cerveira deparei-me,  com este  relógio na fachada desta casa.
Maravilhosa evolução do Homem Sábio.

Fotografia/Teresinha- clique p/ ampliar

quinta-feira, setembro 15, 2011

Fonte do Pião

Fonte do Pião, em Afife. Desconheço a origem do nome, provavelmente seria um dos locais onde se praticava o jogo do pião, um dos muitos jogos tradicionais Portugueses, já em desuso...

Fotografia/Teresinha

domingo, setembro 04, 2011

Visita guiada ao passado rural







"Lides tão lindas que não vemos mais
Desde a invasão dos tractores
Hoje os bois bocejam nos currais
Apodrecem arados e apeiros tais
Vão morrendo os honrados lavradores..."
Poema Saudade/Cláudio Lima - fotografia/teresinha
(clique nas imagens p/ampliar)

sexta-feira, setembro 02, 2011

Ponte do Lima

Ponte do Lima ou Ponte de Lima. Os dois nomes ilustram a importãncia da ponte para o desenvolvimento desta localidade. Até há poucos anos, era a única ligação entre as duas margens.


Igreja de Santo António da Torre Velha, do final do séc. XVIII, numa zona localmente conhecida por «Além da Ponte».





Ponte Medieval, que seria modificada no séc. XVI

Praça de Camões em Ponte de Lima, com um chafariz do início do séc. XVII e a Casa Havaneza (um dos famosos cafés).

Torre da Cadeia (medieval )

Painel de azulejos na torre.

Fotografia/Teresinha

quinta-feira, agosto 11, 2011

Do Ribatejo

Fontanário de 1948 em frente do Palácio do Pelourinho na Golegâ, defronte da Igreja Matriz.

fotografia/teresinha

quarta-feira, agosto 10, 2011

Termas para que te quero (!?)

Fui apenas de visita. O hotel continua lá, belo e imperturbável, em rosa, recortado no azul do céu. A estrada que dá acesso às Termas, está agora empedrada, sem aquelas árvores frondosas que respiravam e nos davam a respirar frescura...! (não me ecordo se "antigamente" havia bancos), agora há, ao sol ou à chuva para quem se quiser habilitar! Entrei e não gostei do que vi. O edifício das Termas, é "cinzento e frio", apesar das grandes janelas e portas envidraçadas!... Restou a Capela que não sofreu transformações...

sábado, julho 30, 2011

A Nossa Terra é Linda - 2





Castelo Novo, uma das mais bonitas Aldeias Históricas de Portugal. O castelo está a 650 metros de altitude e em redor dele pela encosta da Serra da Gardunha se foi estruturando a povoação, de forma mais ou menos labiríntica, numa mistura de ruelas, escadas e ruas irregulares, que hoje lhe conferem a sua originalidade. Com cerca de 300 habitantes, a recuperação das casas tradicionais, de granito e sem reboco, geralmente de dois pisos. A aldeia começou por ser território da Ordem dos Templários. (clique p/ ampliar as fotos)

sábado, julho 23, 2011

A Nossa Terra é Linda



Louriçal do Campo, povoação milenar instalada na vertente Sul da Serra da Gardunha. O nome da povoação deriva da remota existência de um grande número de loureiros no seu território.

terça-feira, julho 19, 2011

Fontes com Vida



Em redor do centro de Berlim existem algumas fontes divertidas, incluindo a "Relógio do Fluir do Tempo", criada por Bernard Gitton. Aqui, os minutos e horas são medidos em frascos e esferas com líquido verde.

sexta-feira, julho 15, 2011

Estrelinha*

...e um dia a mãe disse: não te esqueças,
"As flores e um carinho, são tudo o que verdadeiramente importa..."